terça-feira, 27 de junho de 2017

Tucana alerta para problemas com redução de zonas eleitorais

A Assembleia de Pernambuco realizará audiência pública nesta terça-feira (27) para debater a extinção de zonas eleitorais em Pernambuco. A deputada estadual Terezinha Nunes (PSDB-PE) é autora do pedido de debate sobre as modificações previstas nas portarias 207 e 372 do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que determinam que as zonas eleitorais tenham, no mínimo, cem mil eleitores cadastrados.
De acordo com a deputada, em Pernambuco a previsão é de que a quantidade atual seja reduzida em 40%, o que na sua avaliação causará problemas sobretudo no interior do estado. “Um só juiz e promotor eleitorais vão responder por vários municípios, o que vai dificultar a realização das eleições e a fiscalização num momento em que a população exige transparência”, discursou a tucana no plenário da Assembleia nesta segunda-feira (26).
Estão convidados a participar da audiência pública – que se realizará na Comissão de Justiça da Alepe –  promotores, magistrados e funcionários do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) .
“Essa resolução, assinada pelo presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, ao contrário do que determina a lei, não foi aprovada pelo Pleno do TSE. Isso está preocupando parlamentares desta Casa, sobretudo os que têm base eleitoral no interior”, disse Nunes.
Do PSDB-PE

Sem comentários: