sexta-feira, 16 de junho de 2017

No Cariri: crianças encontram recém-nascido perto de esgoto enquanto brincavam

Os moradores acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que socorreu o bebê e levou para o Hospital Regional de Monteiro

Um recém-nascido foi encontrado em um terreno baldio, próximo a um esgoto na cidade de Monteiro, no Cariri paraibano. O bebê, que ainda estava com o cordão umbilical, foi visto por crianças que estavam brincando na rua. A suspeita é de que ele tenha sido abandonado instantes após nascer. Ele está no hospital e não corre risco de vida.
De acordo com as informações da Polícia Civil, era por volta das 11h30 quando um grupo de crianças brincava na rua e avistou o corpo embaixo de uma sacola. As crianças acharam inicialmente que seria um gato. Uma delas foi até a casa onde mora e disse a mãe que iria pegar o gato para ela. Mas, quando a criança chegou na casa, a mãe dela percebeu que era um recém-nascido.
Os moradores acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que socorreu o bebê e levou para o Hospital Regional de Monteiro. Segundo a enfermeira Emanuele Martins Pereira, o cordão umbilical não parecia ter sido cortado, mas rompido ao ser puxado.

Estado de saúde

A suspeita dos médicos no hospital de Monteiro é de que o bebê tenha sido abandonado instantes após nascer, pois muito tempo sem o socorro após o nascimento levaria ele a uma hipotermia. O bebê é um menino, que nasceu que pesa 2,585 quilos. Depois de ser atendido ele foi internado em um berçário e está bem, sem risco de morte. O recém-nascido está sendo alimentado através de aleitamento artificial.

Vai para orfanato

A Polícia Militar e Polícia Civil foram acionadas, mas quando chegaram ao local onde a criança foi encontrada ela já havia sido levada para o hospital. O conselho tutelar e o Ministério Público da Paraíba (MPPB) também foram acionados. Após receber alta médica, o bebê vai ser encaminhado para um orfanato.

Investigação

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil. De acordo com a delegada Laura Fonseca, ainda não há suspeitas de quem seria a mãe ou de quem teria abandonado o bebê no local. Caso a pessoa seja localizada, ela responderá pelo crime de abandonado de incapaz. A pena pode chegar a três anos de prisão. A Polícia Civil também pede a ajuda da população para tentar identificar a mãe. As informações podem ser repassadas através do número 197.
Fonte: G1PB

Sem comentários: