quarta-feira, 10 de maio de 2017

Bispo veta uso da Catedral de Curitiba para vigília pró-Lula

Movimentos planejavam realizar ato ecumênico no mesmo dia em que o ex-presidente depõe ao juiz Sérgio Moro

A Arqudiocese de Curitiba informou que não vai disponibilizar a Catedral ou outras instalações da igreja para a realização de uma vigília ecumênica prevista para a noite desta terça-feira (9), organizada pela Frente Brasil Popular. A informação foi confirmada em nota assinada pelo bispo Dom José Antônio Peruzzo. As informações são do site Paraná Portal.
A vigília, que acontecerá entre as 19h e as 21h na Praça Tiradentes, é um dos atos previstos pelo movimento que começa a chegar a Curitiba em apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O petista presta depoimento ao juiz federal Sérgio Moro na próxima quarta (10).
O bispo afirma que o Movimento Ecumênico de Curitiba foi procurado para a realização da vigília no mês passado, antes da confirmação do dia em que o ex-presidente compareceria à audência com Moro.
Na opinião de Peruzzo, o depoimento “se revestiu de grandes polarizações e tensões político-partidárias” e, por isso, um ato que seria “orientado à promoção da paz e do sadio convívio entre as diferenças, pode se tornar foco de conflitos”.
POR NOTÍCIAS AO MINUTO

Sem comentários: