A todos um ótimo São João 2017

A todos um ótimo São João 2017

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Paralisação deixa João Pessoa sem ônibus, trens e com principais avenidas fechadas

Paralisação deixa João Pessoa sem ônibus, trens e com principais avenidas fechadas
O dia de paralisação geral contra a Reforma Trabalhista começou tenso e com muitos protestos na Paraíba. Em João Pessoa, os movimentos sociais programaram uma série de manifestações. O Estado amanheceu sacudido por protestos e sem transportes públicos nas principais cidades. Universidades, colégios públicos e privados, e órgãos públicos não funcionam nesta sexta-feira.

Já no começo da manhã, os manifestantes bloquearam a saída para o Rio Grande do Norte e para o interior da Paraíba, no entrocamento das BRs 101 e 23. As interdições tiveram início por volta das 5h e até as 7h, todas as avenidas estavam fechadas com pneus em chamas. Uma das avenidas bloqueadas foi a Cruz das Armas.

A Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob) informou que a Avenida Epitácio Pessoa, o Viaduto do Cristo, Avenida Hilton Souto Maior, em Mangabeira e Avenida Beira-rio, não estão interditados e podem ser alternativas para os motoristas.

As agências bancárias em toda Paraíba estão fechadas nesta sexta-feira (28) porque os bancários aderiram à paralisação. Os Sindicato do Professores dasescolas privadas de João Pessoa também aunciaram adesão à paralisação desta sexta. As escolas públicas também não vão ter aulas. A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) determinou ponto facultativo, para que os servidores que escolherem participar da paralisação não tenham o ponto cortado.

Em Campina Grande, as manifestações acontecerão ao longo do dia. A cidade amanheceu sem transporte público. Os motoristas da principal empresa de ônibus foram até a garagem para cumprir expediente, mas não saíram com os veículos pelas ruas. O Terminal de Integração de Passageiros amanheceu vazio. No Termnal de Passageiros Argemiro de Figueiredo, o movimento é pouco.



 





 

PB Agora 

Sem comentários: