quinta-feira, 6 de abril de 2017

Mexeu com uma, mexeu com todas: campanha contra o assédio domina a internet

mexeuNa última semana, um caso de assédio tomou conta da internet e lançou novamente os holofotes sob o tema: em um depoimento corajoso, a figurinista SUSLLEM MENEGUZZI TONANI contou como foi “cantada” – e  até mesmo tocada – por um dos atores de telenovelas mais conhecidos do país.
A jovem de 28 anos publicou o seu relato em uma carta aberta no blog “AGORA É QUE SÃO ELAS”, da Folha de S. Paulo, acusando o ator JOSÉ MAYER, de 67 anos, de tê-la assediado durante meses nos bastidores da TV Globo. “A primeira ‘brincadeira’ de José Mayer Drumond comigo foi há oito meses. Ele era protagonista da primeira novela em que eu trabalhava como figurinista assistente. E ESSA HISTÓRIA DE VIOLÊNCIA SE INICIOU COM O SIMPLES: ‘COMO VOCÊ É BONITA’. Trabalhando de segunda a sábado, lidar com José Mayer era rotineiro. E com ele vinham seus ‘elogios’. Do ‘como você se veste bem’, logo eu estava ouvindo: ‘como a sua cintura é fina’, ‘fico olhando a sua bundinha e imaginando seu peitinho’, ‘você nunca vai dar para mim?’”, escreveu.
E não parou por aí: neste ano, o assédio –que antes era verbal – passou a ser físico: “Em fevereiro de 2017, dentro do camarim da empresa, na presença de outras duas mulheres, esse ator, branco, rico, de 67 anos, que fez fama como garanhão, colocou a mão esquerda na minha genitália”. LEIA COMPLETO AQUI.
UNIDAS CONTRA O ASSÉDIO
camp-1
Após ganhar os noticiários, o caso deu início à campanha “MEXEU COM UMA, MEXEU COM TODAS” sob a hashtag #chegadeassedio, um movimento idealizado pela fotógrafa baiana CATARINA RANGEL. Em seu INSTAGRAM, ela contou que tudo começou com um grupo de 15 amigas e com a criação de uma camiseta para chamar atenção e levar as pessoas ao diálogo.
camp-elianaA adesão foi grande. A comunicadora ELIANA, que encabeçou a campanha #ELIANAPORTODASELAS – pelo fim da violência contra a mulher -, foi uma das personalidades a apoiarem o movimento. Em seu Instagram, ela frisou algo que deveria ser óbvio, mas ainda não é: A CULPA NUNCA É DA VÍTIMA.
Além dela, também mostraram apoio Grazi Massafera, Bruna Marquezine, Viviane Araújo, Cissa Guimarães, Débora Nascimento, Alice Wegmann, Tatá Werneck, Fernanda Souza, Sophia Abrahão, Drica Moraes, Nathalia Dill, Angélica, Carolina Ferraz, Dira Paes, Carol Castro e Astrid Fontenelle, entre outras.
ATOR ADMITIU 
Nesta quarta-feira (4), após ser afastado pela emissora, José Mayer publicou uma carta aberta assumindo o assédio e pedindo desculpas. “Eu errei. Errei no que fiz, no que falei, e no que pensava. A atitude correta é pedir desculpas. Mas isso só não basta. É preciso um reconhecimento público que faço agora. (…)Tristemente, sou sim fruto de uma geração que aprendeu, erradamente, que atitudes machistas, invasivas e abusivas podem ser disfarçadas de brincadeiras ou piadas. Não podem. Não são. Aprendi nos últimos dias o que levei 60 anos sem aprender. O mundo mudou. E isso é bom. Eu preciso e quero mudar junto com ele”, diz. Você pode ler completa aqui.
DENUNCIE SEMPRE!
Assim como Eliana e todas as demais famosas e anônimas que apoiam esse movimento, o DaquiDali – que participou ativamente da campanha #ElianaPorTodasElas como canal de informação e esclarecimento de dúvidas – reitera sua solidariedade com a figurinista Su Tonani e todas as mulheres que foram ou estão sendo assediadas. Se esse é o seu caso, denuncie!
DaquiDali

Sem comentários: