A todos um bom São João 2018

A todos um bom São João 2018

sábado, 30 de dezembro de 2017

Desejo muita felicidade para este ano. Que sejam 365 dias de realizações, sucesso e muita prosperidade. Feliz Ano Novo! #WS #WidemarSilvestre

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, texto

O prefeito Jeova Jose Líder Político Alírio Pontes a Vice-Prefeita Maria Rodrigues desejam um feliz 2018 a todos alagoinhenses!

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, texto

Saiba como o Ano-Novo mexe com seu cérebro; a psicologia por trás da tradição

Neste Domingo (31) a Terra vai girar em torno de seu eixo, em sentido leste, completando a rotação em cerca de 24 horas. Do ponto de vista astronômico, um dia como outro qualquer. Da perspectiva humana, é a virada do ano, com todo o significado que ela recebe dos habitantes deste planeta.
Movidos por um cérebro apegado a ciclos naturais e programado para o presente, damos à passagem de 31 de dezembro para 1° de janeiro o poder de apagar erros e guiar acertos como perder peso, ler mais e gastar menos.
Nada racional, claro, mas muito natural. E especialistas garantem: já que você está nessa, pode ser a chance para uma mudança — ainda que resoluções de ano novo costumem ser uma vitória da esperança contra a experiência.
TÁ NA MENTE
Cristiano Nabuco, psicólogo da USP e autor de “Psicologia do cotidiano”, explica que, durante milênios, nosso cérebro foi programado para começar e encerrar tarefas. Se em 2016 você prometeu fazer execícios, mas em 2017 passou longe da academia, seus neurônios vão “enviar notificações” lembrando você disso.
‘O réveillon assume o papel mágico de nos dar forças para pôr tudo em prática. É um pensamento até infantil, o pote de ouro no final do arco-íris no final do calendário. Mas não recrimino, o que funcionar para você está ótimo’ – CRISTIANO NABUCO Psicólogo
Nabuco explica que, quando chega o final do ano, nossa mente busca se alinhar a essa contagem externa e fica inquieta para concluir ciclos — mesmo que isso signifique fazer novas promessas.
— O réveillon assume o papel mágico de nos dar forças para pôr tudo em prática. É um pensamento até infantil, o pote de ouro no final do arco-íris no final do calendário. Mas não recrimino, o que funcionar para você está ótimo — diz Nabuco. — O importante é se planejar para mudar pequenas coisas, um pouco a cada dia. Somos muito ruins para lidar com crises: quanto menos desgaste emocional, mais chance de o plano dar certo.
Em um estudo de 2010 que se tornou referência, os psicólogos Nira Liberman (Universidade de Tel Aviv) e Yaacov Trope (Universidade de Nova York) demonstraram que avaliamos de forma muito diferente metas próximas e distante.
Quando você planeja aprender uma língua nova, provavelmente está alinhando conceitos abstratos como conhecimento, cultura e evolução pessoal. Na hora de buscar o curso é que surgem questões mais concretas como horário, endereço e mensalidade.
Aplicando-se esse conceito à virada do ano: é esperado que agora, à distância, tudo pareça possível e, meses depois, mais complexo. Uma pesquisa do governo dos EUA mostrou, em 2007, que, enquanto 52% dos americanos fazem resoluções com certeza de cumpri-las, apenas 12% conseguem.
Marie Hennecke, socióloga da Universidade de Zurique, na Suíça, é coautora, com o médico americano Benjamin Converse, da pesquisa “Next week, next month, next year” (“Próxima semana, próximo mês, próximo ano”), que analisa como marcos temporais alteram expectativas.
Observando o comportamento de voluntários por um longo período, o estudo mostra, como era de se esperar, que a virada do ano não é a única culpada: segundas-feiras e o primeiro dia do mês também ocupam no imaginário o símbolo de “começar de novo”.
— Não há nenhuma razão lógica para traçar objetivos em datas que marcam inícios no calendário, mas é o que elas fazem — diz Marie, acrescentando que, em virtude do próprio estudo, não tem nenhuma resolução para 2018. — Prefiro ir ajustando minhas metas ao longo do ano.
APROVEITE O EMBALO
OK, pode ser um dia, uma semana ou um mês como outro qualquer. Mas o fato é que, se você se deixou embalar pelo espírito otimista no ano novo, não deixe esse entusiasmo se perder. Essa é a dica de John Norcross, psicólogo que estudo o assunto desde os anos 1990 e é autor do best-seller “Changeology” (“Mudançalogia”, em tradução livre).
— Frequentemente me perguntam se não é melhor dispensar resoluções de ano novo, já que, na maioria das vezes, elas não funcionam. Para mim, o fato de uma minoria conseguir realizá-las já é muito positivo — diz Norcross.
Vitor Friary, diretor do Centro de Mindfulness do Rio de Janeiro, oferece uma abordagem menos prática à questão:
— A necessidade de encerrar ciclos é natural como a nossa respiração. Mas, assim como a respiração, temos que aprender a controlá-la. O importante não é só querer mudar, mas estar aberto a mudanças.
O Globo 

2018 começará com a maior 'Superlua' do ano

O ano de 2018 terá início com uma "Superlua", que acontecerá no dia 1º de janeiro, às 19h56, pelo horário de Brasília.
O satélite natural atingirá seu perigeu, ou seja, distância mínima da Terra, neste horário, ficando a 356,5 mil km da superfície do planeta (a distância normal é de 384 mil km).
Apesar de não ser perceptível, a próxima Superlua será a de maior proximidade com a Terra no ano de 2018. Ela estará 100 km mais próxima que a última, que ocorreu em 3 de dezembro de 2017.
O evento foi descrito pela NASA como a "Trilogia da Superlua", já que o fenômeno também se repetirá em 31 de janeiro de 2018, quando será acompanhado por um eclipse total do astro.
Quando o fenômeno ocorre duas vezes em um mesmo mês, ele é chamado de "Superlua Azul". De acordo com o "Virtual Telescope Project", uma plataforma online de telescópios, tanto a Lua Nova quanto a Cheia podem ser "Superluas", desde que atinjam a distância mínima da superfície terrestre.
O satélite natural se movimenta ao redor do planeta em uma órbita elíptica, portanto sua distância para a Terra não é constante, variando entre o perigeu (mínima) e o apogeu (máxima). Com informações da Ansa.
Com informações do site Notícia ao Minuto

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

Neste Sábado 30/12/2017 tem festa na Churrascaria Carneiro na Brasa em Alagoinha

A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé e texto

Miguel e Alice são os nomes mais frequentes no Brasil em 2017

Nos últimos dias do ano, mentes começam a vagar e a pensar na retrospectiva de 2017. Para contribuir com esses pensamentos, a Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais, a Arpen, divulgou o ranking dos nomes mais escolhidos para registro nos cartórios brasileiros. A lista veio à tona a partir de um estudo em todas as regiões do país que considerou apenas o primeiro nome, e as variações de nomes compostos mais comuns.
O nome mais registrado no Brasil, neste ano, foi Miguel. No total, 25.710 crianças foram registradas com o nome bíblico e de origem hebraica. Em segundo lugar, fica o nome Arthur, com mais de 21 mil registros. Entre as meninas, o nome mais escolhido foi Alice, com 18.508 registros. E em segundo vem Valetina: cerca de 13 mil meninas foram registradas com o nome, para comprovar o que muitos memes da internet já teriam mostrado.
O nome Enzo ficou em oitavo lugar, porém veio acompanhado de Gabriel, outro arcanjo. Mais de 10 mil crianças foram registradas com o nome Enzo Gabriel. E ainda assim, Enzo não deixa de ter substituído o nome João, que não entrou no ranking.
Ranking nomes frequentes
A situação muda completamente quando são analisados apenas os primeiros nomes de registro. João foi o nome mais escolhido e está em 44 mil certidões de nascimento, seguido de Ana, que teve 41.500. Já Miguel, que estava em primeiro, não aparece mais.
Por fim, os nomes compostos mais registrados são: Maria Eduarda, Maria Clara e Maria Luiza. Entre os meninos, João Miguel, João Pedro e João Lucas são destaque.
 
Da Redação

Correios vão exigir que todas as encomendas tenham preço afixado no pacote

A partir de 2 de janeiro de 2018, quem postar uma encomenda nos Correios terá uma exigência adicional: será preciso informar o valor dos produtos, afixando uma nota fiscal ou declaração de conteúdo na parte externa do pacote.
A informação foi divulgada inicialmente pelo Mandaê e publicada no site dos Correios. O comunicado informa que a estatal vai exigir a declaração de valor “para cumprir o que determina a legislação tributária”. Quem não seguir as orientações terá a postagem recusada.
Pela nova regra, será preciso embalar o produto e depois afixar a nota fiscal no pacote. É recomendável colocar o documento dentro de um saquinho plástico transparente, também chamado de “canguru”, para protegê-lo durante o transporte, deixando o código de barras virado para cima. Assim:
Quem não emite nota fiscal deverá afixar na parte externa uma declaração de conteúdo emitida pelos Correios, informando os dados do remetente e destinatário (nome, CPF/CNPJ e endereço) e discriminando todos os bens que estão sendo enviados. O documento pode ser baixado neste link.
A exigência está sendo reforçada somente agora pelos Correios, mas é bem antiga: ela foi publicada em um protocolo do Ministério da Fazenda em outubro de 2001. A regra já era comum em transportadoras privadas.
Tecnoblog.net

Inadimplente: defesa do Consumidor aprova regras para cortes de água, luz e telefone

A Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados aprovou proposta que fixa uma série de normas de proteção ao consumidor dos serviços públicos de água, energia elétrica e telefonia.

Pelo texto, a interrupção do fornecimento de água e de luz por inadimplência somente poderá ser executada 90 dias após o vencimento da conta não paga, no caso de consumidor residencial. No caso do consumidor comercial, o corte poderá ocorrer 30 dias após o vencimento.

No caso da telefonia, a interrupção somente poderá ser executada 30 após o vencimento – mesmo prazo já previsto na regulamentação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Em todos os serviços, será obrigatório o envio de aviso prévio do corte com 15 dias de antecedência.

A iniciativa consta no Projeto de Lei 2566/96, do Senado. O relator da matéria, o deputado Rodrigo Martins (PSB-PI), recomendou a aprovação do texto na forma de substitutivo adotado pela Comissão de Ciência e Tecnologia.

O parlamentar defende que as empresas não podem ter liberdade para ditar regras quanto ao que fazer nos casos de inadimplência, interrupção do serviço, forma de prestação e nível de qualidade.

“É nosso dever fiscalizar e exigir um desempenho voltado para a proteção e defesa do consumidor por parte das agências reguladoras, que, por vezes, deixam a desejar neste aspecto”, complementou.

Justiça


Segundo ele, a regulamentação vai solucionar a falta de consenso na Justiça sobre o tema. O Superior Tribunal de Justiça (STJ) tem posição mais favorável ao consumidor – a jurisprudência proíbe o corte no fornecimento, mesmo em caso de inadimplência. Já o Supremo Tribunal Federal (STF) defende a necessária contrapartida de pagamento pelo serviço.

O texto aprovado autoriza a manutenção do serviço por decisão do juiz, na hipótese de haver contestação judicial sobre o pagamento. No entanto, ao final do processo, o fornecimento poderá ser cortado, caso o consumidor não pague o débito no prazo.

O substitutivo também proíbe cobrança de qualquer valor para restabelecimento do serviço após a regularização do débito e fixa prazo de 24 horas para que os serviços voltem a funcionar.

Atendimento


Uma das normas aprovadas obriga as empresas a manter em funcionamento local físico, com funcionários próprios, para atendimento pessoal ao consumidor em municípios com mais de 100 mil habitantes. Nesses locais, deverá ser disponibilizada senha para o atendimento, sendo que o tempo de espera não poderá ser superior a 30 minutos.

Essas normas já estão previstas em regulamento da Anatel e passariam a valer também para os serviços de água e luz.

O substitutivo diz ainda que o tempo de espera entre o início da ligação e o efetivo atendimento pelo funcionário, quando requerido, não poderá ser superior a um minuto. Essas normas de call centers já estão previstas no Decreto 6.523/08, que regulamenta o Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC).

A comissão também aprovou oito propostas que tramitavam apensadas, os PLs 1.624/96; 3.215/97; 2.594/00; 1.563/03; 1.749/03; 1.222/07; 1.768/07, e 2.095/07. E rejeitou seis, os PLs 2.568/96; 4.158/98; 3.313/00; 2.573/07; 2.998/08; 2.999/08.

Tramitação


A proposta será analisada de forma conclusiva pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

ÍNTEGRA DA PROPOSTA: PL-2566/1996

Fonte: tudorondonia.com.br

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Natal da Gente 2017- Maior Natal da história projeta Alagoinha aos grandes eventos da Paraíba

Com público superior a 30 mil pessoas o Natal da Gente, evento realizado pela Prefeitura de Alagoinha, projetou a cidade para os grandes eventos do Estado da Paraíba, consagrado como o maior da história do município tendo Márcia Felipe como uma das maiores atrações que levou o público ao delírio com sua animação e energia, no mesmo dia, a Cantora Raquel Costa finalizou a noite do dia 25 de dezembro.
O Natal da Gente teve início no dia 24 com a apresentação das bandas Yara Tchê e Alessandro e o cantor Edu Lima. O prefeito Jeová José confirmou seu compromisso com a população, salários dos funcionários em dia, pagamento do 13º concluído no mês de Dezembro, fazendo com que houvesse um aquecimento da economia para elevar os festejos da cidade com responsabilidade.
A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e noite
A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé, shorts, noite e sapatos
A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé
A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas sorrindo
A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo
A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo
A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé
A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, atividades ao ar livre
A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas sentadas e pessoas em pé
A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e área interna
A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e selfie
A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo
A imagem pode conter: 6 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé
A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé
A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé
A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e selfie
A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé
A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sorrindo