A todos um ótimo São João 2017

A todos um ótimo São João 2017

quinta-feira, 29 de junho de 2017

Caminhos do Frio inicia nesta segunda em Areia e a cultura nordestina é tema do evento este ano

Resultado de imagem para caminhos do frioCom o tema “Celebrando a Cultura Nordestina” a Rota Cultural Caminhos do Frio inicia nesta segunda-feira, 03 Julho na cidade de Areia e se estende até o mês de setembro. Nove municípios participam de mais uma edição que completa 12 anos de muita cultura e arte no Brejo Paraibano.
Bananeiras, Pilões, Solânea, Areia, Alagoa Grande, Remigio, Matinhas, Serraria e Alagoa Nova se integram na Rota mais aconchegante e atrativa do estado que une, cultura, música, arte, dança, teatro, cinema e aventura em uma mistura de gêneros e gostos que atraem a população das cidades e visitantes oferecendo oficinas, shows e apresentações culturais.
O projeto que teve início em 2005 na cidade de Bananeiras é promovido pelo Fórum de Turismo do Brejo Paraibano e a cada ano consolida-se com a inserção de novos municípios fortalecendo a Rota Cultural.
Para o Presidente do Fórum de Turismo, Sergerson Silvestre o evento tem sua importância na congregação da riqueza cultural que o projeto traz para os municípios participantes, “um evento rico em oficinas e atividades culturais que protagonizam uma semana cheia de atividades no município”.
Na cidade de Areia, a abertura será no Colégio Santa Rita a partir das 19h com Abertura oficial e apresentações culturais. Movimentando o cenário cultural das cidades envolvidas com atrações populares, festival gastronômico, turismo de aventura e cultural, traz acima de tudo um forte ponto para o turismo e a geração de emprego e renda fortalecendo a economia dos setores locais.
Ascom.

Ministério da Justiça investiga venda de hand spinner no país

Pelas normas brasileiras, todos os brinquedos precisam obrigatoriamente passar por avaliação do Inmetro

Resultado de imagem para Ministério da Justiça investiga venda de hand spinner no país
O Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) abriu na última sexta-feira, 23, investigação para apurar supostas irregularidades na venda do hand spinner, objeto apresentado como brinquedo e que tem atraído o interesse de crianças e adultos.
Segundo vendedores, o spinner aliviaria tensões e ajudaria no combate ao estresse. Contudo, relatos no exterior narram acidentes envolvendo o produto.
Pelas normas brasileiras, todos os brinquedos precisam obrigatoriamente passar por avaliação do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e receber o selo do órgão.
Segundo o instituto, “o produto precisa cumprir com os requisitos técnicos definidos nas portarias vigentes sobre o tema e deve ser submetido aos ensaios previstos pelo processo de certificação, e, consequentemente, ostentar o selo de identificação da conformidade (marca do Inmetro)”. “Caso contrário, estará irregular no mercado e as empresas que o comercializarem estarão sujeitas às sanções previstas em lei.”
Para abrir a investigação, o Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC) também se baseou em alerta emitido pelo Inmetro sobre o spinner. Com informações do Estadão Conteúdo.
Estadão conteúdo

Resumão: Chile avança, Flamengo bate o Santos e muito mais

Confira os resultados dos principais jogos da quarta-feira

A quarta-feira de futebol foi de muita emoção na América do Sul e na Europa. Pela Copa das Confederações, o Chile venceu Portugal nos pênaltis e avançou à grande final. Por aqui, cinco jogos agitaram a noite. Confira os resultados.
COPA DAS CONFEDERAÇÕES
Portugal 0 (0) x (3) 0 Chile
COPA SUL-AMERICANA
Defensa y Justicia 1 x 0 Chapecoense
Patriotas 1 x 1 Corinthians
COPA DO BRASIL
Grêmio 4 x 0 Atlético-PR
Flamengo 2 x 0 Santos
Palmeiras 3 x 3 Cruzeiro
CAMPEONATO PERNAMBUCANO
Salgueiro 0 x 1 Sport
POR NOTÍCIAS AO MINUTO

Mulher ganha indenização no valor de 8 mil por descobrir que namorado era casado

Em Minas Gerais, uma assistente de administração de 48 anos procurou a Justiça para representar contra um homem que conheceu pela internet. A mulher pediu uma indenização devido a ter sido enganada pelo ex-namorado.

Os dois se conheceram nas redes sociais e começaram a namorar. Tudo corria bem, até a mulher descobrir que seu então namorado era casado antes de começar a se relacionar com ela, e não era solteiro como teria dito.

O juiz considerou o caso como abuso e danos morais contra a mulher e o processo foi aceito pela comarca de Juiz de Fora, na Zona Da Mata.

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) proferiu a sentença em primeira instância e, segundo decisão do juiz, a mulher foi considerada vítima do homem, e julgou procedente que procedia o pedido por um valor como reparação aos danos que foi exposta.

A defesa do réu se manifestou dizendo que irá estudar o caso e só então quais medidas serão tomadas, ou se irão acatar a decisão judicial.

O processo que começou no ano de 2014 teve seu desenrolar agora, três anos depois. E, segundo os autos, depois de se conhecerem, os dois mantiveram relacionamento amoroso por cerca de 1 ano e 2 meses. Mas quando ela começou a desconfiar de determinadas atitudes do parceiro, investigou e acabou descobrindo que ele era um homem casado.

“Desde que nos conhecemos, quando começamos a nos relacionar, eu perguntei a ele se ele era comprometido, o que ele sempre negou. Ele dizia que estava separado há 4 anos, e que depois da separação teria tido um envolvimento com uma enfermeira, mas que esse namoro não foi para frente, e ele estava solteiro há um tempo”, disse a vítima ao site do G1.

“Eu percebi a mentira, quando ele contou uma mesma história, mas em situações diversas. Neste momento comecei a investigar e resolvi ligar para o edifício onde ele morava perguntando por ele. Foi então que me relataram que havia um casal que morava em um andar abaixo, mas que a esposa ficava durante a semana no estado de São Paulo e só vinha para sua casa nos finais de semana”, explicou a mulher.

Assim que confirmou suas suspeitas, ela terminou seu relacionamento com ele, mas decidiu procurar uma advogada para saber se poderia tomar alguma outra atitude que reparasse os danos sofridos.

A advogada então a orientou a juntar provas do relacionamento e ela conseguiu provar que ele fazia promessas e inclusive tinha envolvimento pessoal com a família da vítima, se passando por namorado.

A vítima entrou com a ação, e o juiz entendeu que ela deveria receber uma reparação no valor de R$ 8 mil por ter sido submetida às mentiras do réu por mais de um ano.

Por Ana Paula Richa
Fonte: br blastingnews

Cláudia retira o ‘Leitte’ do nome e polemiza

Cláudia Leitte anunciou em suas redes sociais, nesta quarta-feira (28), que vai retirar o sobrenome do nome artístico. A mudança pegou os fãs de surpresa e alguns a criticaram.
“Pessoalll! Eu tô pronta pra subir no salto. E estou tirando o Leitte do meu nome e vou lançar uma nova tour só com Claudia, sem “Leitte”! Não é massa? O que vocês acham?”, escreveu ela na legenda da imagem.
Não demorou para muitos internautas comentarem e responderem o que acharam. Enquanto alguns até gostaram, outros criticaram a postura da cantora. “Eu amei! JÁ QUERO A TOUR!”, “Se for o nome da turnê tá ok. Se for seu nome artístico naaaaaaooooooo é legal. Pelo amor de Jeová pense bem” e “Intolerância a lactose migles?”
Notícias ao Minuto

Transexual guarabirense conta que saiu de casa sem apoio e qualquer ajuda financeira da família

Quem não conhece a história de Lorenzo Zimon acha que ele é apenas um rapaz que mora em João Pessoa, trabalha como DJ e produz festas. Se não fosse pela fala empoderada e pela experiência de vida, o garoto poderia ser facilmente confundido com qualquer jovem de 20 anos.
No entanto, a história de Lorenzo é dividida em duas partes, separadas por uma mudança de gênero em 2015. Lorenzo é um homem transsexual e, para chegar ao ponto de se expor a dar entrevistas e aparecer em campanhas publicitárias de conscientização, precisou mover moinhos de intolerância e preconceito.
A transformação, apesar de recente, aparece como consequência de uma vida inteira de busca por identidade. “Eu sempre soube que era trans. Desde pequeno, eu já tinha uma noção de que estava no corpo errado. Eu gostava de coisas masculinas e me via como um menino”, diz.
Família achava que era fase
A família, diz ele, sempre notou a diferença, mas acreditava ser uma fase. Por causa disso, quando adolescente, viu-se pressionado a se portar como garota e usar roupas femininas. A vida dupla que se estendeu até os 18 anos. “Eu tinha um amigo gay muito próximo e combinamos de fingir um namoro para diminuir a pressão que a gente sofria”, relembrou.
Foi esse amigo que acolheu Lorenzo na capital paraibana quando, depois de uma discussão, ele decidiu sair da casa dos pais, em Guarabira, no Agreste paraibano. Uma saída sem apoio ou qualquer ajuda financeira.
Seis meses depois, o jovem viu que era hora de, pela primeira vez, gostar do que via no espelho. Ele procurou uma cidade onde não era conhecido, Patos, e lá foi apresentado aos hormônios, primeiramente sem orientação médica, apenas com conselhos de quem trilhava os mesmos caminhos que ele. “A falta de informação gera o desespero e muitas pessoas não sabem ou não têm a quem recorrer nessa hora. Por isso que muitas pessoas morrem”, lamenta.
Vida nova na capital
Foi no Sertão que ele passou a ser chamado de Lorenzo, nome que agora leva com carinho e orgulho. Mas, de volta a João Pessoa, o jovem mostra-se firme e confiante com a bandeira que carrega. “Eu dou essa entrevista para que as pessoas vejam que a transsexualidade pode aparecer em qualquer família. Não é um distúrbio, não é uma doença ou uma fase. Simplesmente acontece porque tem que acontecer”, defende.
Em meio a tantos obstáculos derrubados, há um que persiste: a família que deixou para trás em Guarabira. É que, desde que saiu de casa, Lorenzo não teve mais contato com seus parentes. “Naquele tempo, meus pais me disseram coisas horríveis e eu lembro de dizer pra mim mesmo que ia provar que seria alguém, que eu ia vencer”, explica.
Lorenzo foi abraçado pela família da namorada, núcleo onde é bem recebido e aceito. Como agradecimento, faz o possível para conciliar o trabalho nas baladas com a ajuda que presta na loja dos sogros. “O trabalho vem crescendo. Hoje, me vejo na posição de poder ajudar pessoas a se descobrirem, a serem felizes. Nossa sociedade está evoluindo quanto a isso e estou apto a dar vez e voz a quem precisa de ajuda”, conclui.
G1PB

Ex-primeira-dama da PB Pâmela Bório tem fotos íntimas vazadas e diz que foi alvo de hacker

Resultado de imagem para Ex-primeira-dama da PB Pâmela Bório tem fotos íntimas vazadas e diz que foi alvo de hacker
A ex-primeira-dama da Paraíba Pâmela Bório divulgou na noite da terça-feira (27) que teve fotos íntimas vazadas na internet. Segundo ela, as imagens foram adquiridas por meio de um aparelho celular que foi hackeado entre os anos de 2013 e 2014, período em que ainda era casada com o governador Ricardo Coutinho (PSB).
De acordo com Pâmela, uma denúncia de crime cibernético com base na “Lei Carolina Dieckmann” vai ser feita à Polícia Federal. Segundo a assessoria da PF na Paraíba, ainda não houve nenhuma comunicação à polícia. Em uma postagem feita no seu perfil pessoal do Instagram, Pâmela Bório explica que recebeu fotos pessoais antigas e que o rastreamento dos compartilhamentos das imagens vai ser feito.
A “Lei Carolina Dieckmann” entrou em vigor em 2 de abril de 2013. Ela tornou crime a invasão de aparelhos eletrônicos para obtenção de dados particulares e foi apelidada com o nome da atriz após fotos em que ela aparecia nua terem sido divulgadas na internet.
A foto que ilustra a postagem da ex-primeira-dama da Paraíba é uma composição de várias partes de um boletim de ocorrência que, segundo Pâmela Bório, foi feito na Delegacia da Mulher à época da invasão ao aparelho.
“Registro da Delegacia da Mulher, onde estão diversas denúncias, entre elas o hackeamento do meu celular entre 2013 e 2014, até a implantação de um dispositivo de gravação acoplado no telefone fixo do meu criado-mudo da suíte principal da residência oficial, onde eu dormia nesse período até março de 2015”, diz Pâmela.
A ex-primeira-dama ainda explica que o boletim é antigo e que não havia sido exposto antes. “Mas me vi obrigada a fazer o alerta diante de alguém que tenta me destruir de diversas formas, me prejudicando em todas as áreas e até os próximos a mim. Mas a minha fé e as pessoas que me amam verdadeiramente, como amigos e familiares, continuam na luta comigo contra uma corja covarde, insana, maquiavélica, cruel e sem limites”, completa.
Pâmela: celular foi roubado para ‘forjar vazamento’
Em nova postagem nesta quarta-feira (28), a ex-primeira dama Pâmela Bório atribui o vazamento das fotos íntimas à data em que teve o celular roubado na residência oficial do governador da Paraíba, Ricardo Coutinho. Ela diz acreditar que o roubo do celular foi para “forjar justificativa de vazamento” das fotos íntimas.
O advogado do governador, Sheyner Asfora, informou que a defesa do gestor vai abrir um processo para cada postagem que ela faça que tenha como alvo denegrir a imagem de Ricardo Coutinho.
Na rede social, Pâmela lembrou de uma briga envolvendo duas parentes do governador, Ana Carolina Coelho Coutinho e Viviane Coutinho – sobrinha e irmã, respectivamente, em setembro de 2015. Na época, a ex-primeira-dama disse que foi agredida por elas ao chegar à Granja Santana, residência oficial do governador. Já o advogado de Ricardo Coutinho, Fábio Rocha, afirmou que foi Pâmela quem criou a confusão e agrediu a irmã do governador.
Na postagem, ela disse que foi agredida na frente do filho e teve o celular roubado. “Para quê ele queria o meu iPhone, tirado violentamente das minhas mãos??? Será se os bandidos que roubaram meu aparelho novo em outubro de 2016 não foram enviados para forjar uma justificativa para tal vazamento intencional? Na época, o próprio cunhado do Ricardo Coutinho, Robert Sabino, me revelou que tudo já estava premeditado”, publicou.
G1PB

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Procon registra nova redução na gasolina; combustível pode ser encontrado a R$ 3,14

O menor preço da gasolina continua a apresentar uma leve redução – R$ 0,07 – nos postos de combustíveis da Capital, de acordo com pesquisa de preços comparativa realizada pela Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JP) no dia 26 de junho de 2017, caindo de R$ 3,210 (preço do último dia 6 de junho) para R$ 3,149 (Posto Almeida -Brisamar).
Vale salientar que este valor se refere à compra do produto à vista. Se a forma de pagamento for cartão de crédito, o valor passa a ser de R$ 3,179. A pesquisa constatou que dos 103 postos em atividade em João Pessoa, 80 baixaram o preço da gasolina, 14 mantiveram e três aumentaram em relação ao levantamento anterior realizado pelo Procon-JP. O maior preço é registrado a R$ 3,698 (Auto Posto Valentina – Valentina).
O secretário do Procon-JP, Ricardo Holanda, adverte ao consumidor que fique atento aos preços dos combustíveis, porque são diferenciados considerando a forma de pagamento. “Quem for abastecer o veículo deve prestar atenção paras esse fato e verificar se o menor preço está valendo para qualquer forma de pagamento. Segundo nossa pesquisa, os pagamentos à vista e no cartão têm valores diferenciados. Aconselho ao consumidor consultar nosso levantamento de preços antes de abastecer”.
Álcool – O litro do álcool, segundo a pesquisa atual, registrou o mesmo valor da anterior, com o menor preço do produto sendo praticado a R$ 2,729 (Posto Torre – Torre, e Extra – B. dos Estados). Dos estabelecimentos que comercializam o produto, 79 mantiveram o preço, um aumentou e 15 reduziram. O maior preço está em R$ 3,099 (Posto Monsenhor Magno – Muçumagro).
Diesel – A pesquisa registrou, ainda, que o menor preço do litro do diesel comum está em R$ 2,690 (Posto Opção – BR 101) e, o maior, em  R$ 3,160 (Posto Cidade – Cidade Universitária). O produto aumentou em um posto, reduziu em 15 e manteve o preço em 22.
GNV – Para o Gás Natural Veicular (GNV), a pesquisa verificou que o produto manteve o menor preço, R$ 2,480 (Estrela – Geisel), da pesquisa anterior, com o maior passando de R$ 2,699 para R$ 2.790 (Posto Z – Cidade Universitária). O preço se manteve em 10 postos e aumentou em um.
Blog do Gordinho

TRE-PB cassa mandato de prefeito e vice de cidade no Sertão por compra de votos

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB) cassou os mandatos do prefeito e do vice-prefeito de Junco do Seridó, Kléber Fernandes de Medeiros e Rawlisson Menezes de Medeiros, por crime eleitoral. Além da perda dos mandatos, o juiz eleitoral Rossini Amorim Bastos decretou a inelegibilidade dos políticos por oito anos subsequentes à eleição em que se verificaram as ilegalidades e pagamento de multa, o que também se estender ao ex-prefeito da cidade, Cosmo Simões de Medeiros, também citado na denúncia. A sentença foi publicada, nesta quarta-feira (28), no diário eletrônico do órgão.
O Ministério Público Eleitoral (MPE) acusa o prefeito de abuso do poder econômico e político, condutas vedadas, captação ilícita de sufrágio; uso da máquina administrativa do Município de Junco em favor da candidatura de Kleber Fernandes de Medeiros e Rawlisson Meneses de Medeiros, candidatos apoiados pelo prefeito Cosmo Simões de Medeiros; utilização de máquinas do PAC para realização de obras em propriedades particulares barreiros e barragens subterrâneas; utilização de servidores; doação de terrenos; distribuição de material de construção em veículos da edilidade; construção de estradas, cercas e barreiros em bens particulares; e acusa a presença do candidato Kleber em obras e divulgação de fotos de sua presença em obras no Facebook.
De acordo com o MPE, todas as condutas praticadas tiveram por fim a captação de lícita de sufrágio, marcado pelo abuso do poder econômico e político.
blogdogordinho

Física ou psicológica: 'A lei é rigorosa com adultos que agridem crianças', explica juíza

 Já se foram os tempos em que a agressão (física ou psicológica) a crianças era considerada uma forma de educar. Psicólogos, juristas e lideranças políticas formataram as leis que hoje garantem: criança alguma deve ser agredida. A Justiça entende que a criança tem os mesmos direitos que o adulto tem de não sofrer violência, só que há o agravante de impossibilidade de defesa.

Juíza da Vara da Infância e Juventude de Ponta Grossa, Noeli Reback

A juíza da Vara da Infância e Juventude de Ponta Grossa, Noeli Reback, lembra que o adulto que agride uma criança é responsabilizado conforme a sequela que causa, que vai desde a lesão corporal até um homicídio. “Quando, eventualmente, os agressores são os pais, há um acréscimo de pena. Isso ocorre porque eles são os responsáveis por cuidar e atender da criança. A legislação é rigorosa e existe a consequência natural de que os pais percam os direitos que têm sobre ela”, explica a Dra. Noeli.

A medida considerada mais severa é a perda do direito de convívio familiar. Quando fica comprovada a agressão, e se trata de lesão grave ou maltrato grave, a atitude da família extrapola o que permite a legislação, em termos de proteção, e a criança é encaminhada aos cuidados de outra família.

“Infelizmente temos visto, diariamente, crimes contra crianças. Alguns se destacam mais porque repercutem na mídia. Mas, todos os dias há abusos com vários tipos de violência que incluem queimar a pele com cigarro, ameaças, uso de bebida alcoólica e abandono”, acrescenta a juíza.

Ela frisa que ainda se procura incutir em todos os adultos a informação consenso entre especialista de que nenhum castigo, seja físico ou psicológico, serve para educar bem. Os pais têm o direito e o dever de educar, ensinar, colocar limites, mas nunca com agressão. “Isso só resulta em respostas contrárias, em uma criança que cresce mais violenta”, finaliza.

Por Danilo Kossoki
Fonte: diariodoscampos

Chuvas alagam ruas e interditam trânsito; açude da Grande JP sangra pela 1ª vez no ano

Gramame voltou a sangrar, na Grande JP
Gramame voltou a sangrar, na Grande JPPor causa do volume das precipitações, a Defesa Civil de João Pessoa está em estado de alerta desde a madrugada para reparar os possíveis danos causados pelas chuvas
As chuvas das últimas horas na Região Metropolitana de João Pessoa trouxeram transtornos à população na manhã desta quarta-feira (28). Na Capital, por exemplo, ruas ficaram alagadas e o trânsito congestionado em vários pontos. As chuvas também fizeram o açude de Gramame/Mamuaba, localizado na cidade de Conde, sangrar pela primeira vez no ano. Comente no fim da matéria.
Por causa do volume das precipitações, a Defesa Civil de João Pessoa está alerta desde a madrugada para reparar os possíveis danos causados pelas chuvas.
De acordo com informações da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob-JP), na avenida principal do bairro dos Bancários e na lateral da Central de Polícia Civil, no bairro do Geisel, ambas, na Zona Sul da Capital, houve acúmulo de água. Nos Bancários, agentes da Semob precisaram efetuar bloqueios e desvio o trânsito no local. Na Avenida Epitácio Pessoa e em frente a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), no Varadouro, também registraram alagamentos.
Outro ponto, de acordo com a Semob, onde o trânsito ficou complicado, foi nas imediações do Viaduto do Cristo.
Açude sangra pela 1ª vez no ano
O açude de Gramame/Mamuaba sangrou pela 1ª vez no ano, nesta quarta-feira (28). De acordo com levantamento da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), o reservatório atingiu 57.5 milhões de metros cúbicos de água e é responsável pelo abastecimento de João Pessoa e outras cidades que compõem a região metropolitana.
A previsão é de que continue chovendo no Litoral paraibano nos próximos dias.
Veja o momento do sangramento do açude:

Diário do Brejo

‘Eu me vi perdendo minha filha por ser negra e ela não’, diz mãe

Mulher tentou roubar menina de 1 ano e 5 meses, durante viagem de São Paulo para Minas Gerais

O caminho que Jamille Azevedo percorreu, entre São Paulo e Belo Horizonte, na última segunda-feira (26), foi além da rodovia que liga os dois Estados. Passou pelo preconceito e pelo racismo sofridos, diariamente, pelos negros no Brasil.
Ela viajava com sua filha, que é branca e tem 1 ano e 5 meses, depois de passar o fim de semana com o marido, na capital paulista, onde ele trabalha, e viveu momentos de desespero, durante uma das paradas para lanchar e ir ao banheiro.
Logo que desceu do coletivo, na cidade de Perdões (MG), uma mulher aproximou-se e deu a mão à criança. Em um desabafo emocionado na rede social, a mãe contou que, de início, não viu nenhum problema e pensou se tratar de uma brincadeira.
Depois, percebeu que havia algo errado. “Na saída, uma moça bonita com aparentemente uns 30 anos deu a mão à minha filha. Eu achei que ela estava brincando então não me importei muito, quando do nada essa moça começou a gritar: ‘solta a minha filha’. Ela veio atrás gritando e tentando puxar a minha filha do meu colo. Ninguém fazia absolutamente nada!!!! Quando um funcionário chegou perto e perguntou o que estava acontecendo e ela respondeu: ‘Essa preta roubou a minha filha’”, relatou.
Como se não bastasse o transtorno, Jamille ainda foi acusada por várias pessoas que estavam no local. “Eu me vi perdendo a minha filha simplesmente por ser negra e ela não”, disse Jamille, que é estudante. “Vi meu mundo cair, pegaram a minha filha do meu colo e entregaram a ela. Vi ela andando em direção ao carro com a minha filha no colo”, descreveu.
Em desespero, a mãe não conseguiu sequer lembrar que estava com os documentos da menina na bolsa. Só atentou para isso quando o motorista do ônibus a questionou sobre como ela havia conseguiu embarcar com a criança.
“Eu fiquei muito apavorada e não sabia como provar o contrário. O motorista do ônibus me perguntou como eu havia conseguido embarcar com ela e me lembrei que o RG e o CPF estavam em minha bolsa”, contou Jamille.
As pessoas continuavam duvidando e a via-crúcis da mãe só terminou depois que ela mostrou, além dos documentos, imagens do Facebook e do próprio parto. “A mulher ficou lá, se esguelando, gritando, e as pessoas que a deteram ficaram aguardando a chegada da polícia. Eu vim embora com uma sensação horrível, de que isso ainda vai acontecer muitas e muitas vezes. Por causa do racismo e do preconceito, eu quase perco a minha filha.”
POR NOTÍCIAS AO MINUTO

Aplicativo de táxi será lançado nessa sexta (30), em Guarabira

Aplicativo de táxi será lançado nessa sexta (30), em Guarabira
Disponível para Android e iOS, o "TÁXI GUARABIRA", tem como objetivo de levar aos motoristas e passageiros, um serviço fácil com qualidade e inovação, a empresa tem a missão de trazer mais Comodidade, Segurança, Confiabilidade e Pontualidade no serviço. Para usar o Aplicativo, o passageiro é só procurar o APP “TÁXI GUARABIRA" no seu Smartphone e descarregar GRATUITAMENTE na Google Play ou Apple Store.
Após o download, o usuário é só inserir o nome e o número de telefone e está pronto para utilizar o APP.  Após a solicitação da corrida o sistema irá localizar o táxi que estiver mais próximo. Para o motorista, a solicitação chega automaticamente e já identifica o ponto exato onde o cliente solicitou o táxi. Vale lembrar que o sistema para o taxista e mototaxista somente será disponível no sistema Android, e que o proprietário e veiculo terá que atender aos critérios e normas legais fornecidas pela empresa ao se se cadastra.

O aplicativo já estará disponível na versão Android e iOS para passageiro a partir da sexta-feira (30). Uma apresentação acompanhada do lançamento será realizada também na sexta-feira (30) às 19:00hrs, na ACEG (Associação Comercial e Empresarial Guarabirense) e será aberta para os taxistas e a imprensa. Para mais informações, acesse a página oficial no facebook @TaxiGuarabira ou entre em contato pelos números (83) 98698-2582 / 98768-5590.
Nordeste 1

Marés altas são previstas para o mês de julho no Litoral da PB

 Marés altas são previstas para o mês de julho no Litoral da PB
Meteorologistas do Instituto Nacional de Meteorologia informaram que estão previstas marés acima de dois metros na Paraíba durante o mês de julho na estação de inverno, que começou na semana passada. Para que frequentadores das praias do Litoral paraibano e também pescadores não sejam surpreendidos, a Capitania dos Portos e o Corpo de Bombeiros fazem algumas advertências e alertas.

O suboficial da Marinha, Franklin Andrade, da Capitania dos Portos da Paraíba, disse que a maré alta não afeta a navegação, mas reflete no Litoral, com a falta de areia que tende a diminuir.

Para a navegação, lembra, o perigo é o mar grosso ou ressaca, que ocorre em alto -mar e com altas ondas. Franklin explicou que o Centro de Hidrografia e Navegação da Marinha informa com antecedência de 72 horas, dando ampla divulgação sobre qualquer alteração da maré que comprometa a segurança do tráfego aquaviário e a salvaguarda da vida humana no mar.

Para os pescadores, segundo o suboficial, a maré alta não tem influência, no entanto, os cuidados são necessários em qualquer época do ano. Ele acrescentou que os recentes incidentes que ocorreram envolvendo barcos de pescadores que ficaram à deriva foram em consequências adversas ao mar. “Todos os casos estão sendo investigados através de inquéritos”, revelou.

Redação 

TJ-SP: Aplicativo inova e lança área de estudo exclusiva para o Tribunal de Justiça de São Paulo

Direcionar e otimizar a rotina de estudos para, consequentemente, aumentar sua produtividade. É apostando nesse diferencial que o <<Concursos de Bolso>> une o conteúdo das disciplinas a uma análise estatística de sua evolução no processo preparatório. O aplicativo visa não somente oferecer videoaulas, questões comentadas e resumos, mas também um acompanhamento de desempenho que mostra os pontos fracos do concurseiro e o permitem melhorar.

O Concursos de Bolso, que antes contava com seis áreas de estudo (Legislativa, Bancária, Policial, Fiscal, Carreiras Jurídicas e Tribunais), lançou recentemente uma área com foco exclusivo no concurso do Tribunal de Justiça de São Paulo e vem chamando a atenção de quem se candidata ao cargo de Escrevente do TJ-SP.

Download gratuito


Disponível nos sistemas Android e IOs, o aplicativo que pode ser baixado de forma gratuita nas lojas <<Google Play>> <<Apple Store>>, permite que o usuário inicie os estudos de forma imediata através de questões comentadas, resumos, legislação específica e uma série de materiais direcionados.
As áreas de conteúdo exclusivo se tornaram o grande diferencial do Concursos de Bolso e incluem um ambiente de videoaulas que abordam os assuntos mais importantes do edital, além de um plano de estudo individualizado que apresenta metas diárias com gráfico de desempenho.

O cronograma de preparação, que prevê a inclusão de novos materiais até o dia da prova, inclui simulados e novas videoaulas. Além disso, outras funcionalidades prometem ser disponibilizadas e revolucionar a otimização do estudo dos candidatos.

O download gratuito da ferramenta pode ser feito <<clicando aqui>>. É importante ressaltar que o aplicativo também possui diversas outras áreas de estudos, inclusive para outros concursos como por exemplo TJ –PE e, em breve, TJ- MG.

terça-feira, 27 de junho de 2017

Tucana alerta para problemas com redução de zonas eleitorais

A Assembleia de Pernambuco realizará audiência pública nesta terça-feira (27) para debater a extinção de zonas eleitorais em Pernambuco. A deputada estadual Terezinha Nunes (PSDB-PE) é autora do pedido de debate sobre as modificações previstas nas portarias 207 e 372 do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que determinam que as zonas eleitorais tenham, no mínimo, cem mil eleitores cadastrados.
De acordo com a deputada, em Pernambuco a previsão é de que a quantidade atual seja reduzida em 40%, o que na sua avaliação causará problemas sobretudo no interior do estado. “Um só juiz e promotor eleitorais vão responder por vários municípios, o que vai dificultar a realização das eleições e a fiscalização num momento em que a população exige transparência”, discursou a tucana no plenário da Assembleia nesta segunda-feira (26).
Estão convidados a participar da audiência pública – que se realizará na Comissão de Justiça da Alepe –  promotores, magistrados e funcionários do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) .
“Essa resolução, assinada pelo presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, ao contrário do que determina a lei, não foi aprovada pelo Pleno do TSE. Isso está preocupando parlamentares desta Casa, sobretudo os que têm base eleitoral no interior”, disse Nunes.
Do PSDB-PE

Saiba os benefícios do ômega 3 para a sua saúde

O corpo humano precisa de alguns nutrientes essenciais para garantir seu bom funcionamento, como vitaminas, minerais, carboidratos e algumas gorduras. A deficiência dessas substâncias no organismo pode resultar em doenças, problemas de saúde, fraqueza e falta de energia. Por isso, uma alimentação saudável e equilibrada é indispensável para o bem-estar e desenvolvimento do corpo e da mente.
O ômega 3 é um ácido graxo extraído principalmente de peixes como o salmão e outras espécies, e tem como principal função auxiliar o organismo na manutenção dos níveis de triglicerídeos (gordura) estáveis.
Toda vez que ingerimos alimentos que são fontes de açúcares ou carboidratos (pães, massas, doces, frituras e outros), o organismo os transforma em triglicerídeos, armazenando essa gordura para que possa oferecer a energia da qual o corpo precisa para funcionar corretamente.
Contudo, quando o consumo de gorduras é mais alto do que o necessário, os níveis de triglicerídeos acabam ficando desregulados, aumentando o risco de doenças cardiovasculares e da quantidade de gordura no fígado.
Ingerir ômega 3 ajuda a manter esses níveis regulados e contribui para evitar diversos problemas de saúde. Para alcançar os melhores resultados, o mais recomendado é aliar o consumo da substância a uma dieta equilibrada e exercícios físicos regulares.
Principais vantagens
- A substância possui ação anti-inflamatória, além de auxiliar no controle da pressão arterial – fatores que contribuem para evitar doenças cardíacas;
- Também pode ajudar a fortalecer o sistema imunológico, deixando seu corpo mais preparado para combater doenças;
- Mesmo sendo uma gordura, pode ajudar a emagrecer. Também mantém a pele mais saudável, macia e bonita;
- A gordura também possui efeito antitrombótico, pois estimula a dilatação e inibe a agregação de plaquetas, principais causas das temidas tromboses;
- É possível utilizar a substância no tratamento de ansiedade, depressão e outros transtornos psicológicos. Também melhora o desempenho cognitivo;
- Importante para regular os níveis de gorduras e colesterol presentes no sangue.
É importante ressaltar ainda que, uma vez no organismo, o ômega 3 sofre uma biossíntese de ácidos graxos (EPA e DHA), que possuem estruturas similares, mas funções muito diferentes.
Enquanto o EPA está ligado a questões da saúde cardiovascular, o DHA é importante para o desenvolvimento do sistema cerebral, principalmente quanto à visão, bem como à saúde materno-infantil.
Como incluir o ômega 3 na sua dieta
É possível incorporar o ômega 3 à dieta incluindo peixes como salmão, atum ou até mesmo sardinha nas refeições – optando por pratos cozidos ou assados, já que ao fritar os peixes, as propriedades dessa gordura benigna podem ser perdidas devido às altas temperaturas.
Também encontra-se o ácido graxo em sementes de linhaça, chia e nozes, que podem ser incorporadas à rotina alimentar.
Mas, para facilitar ainda mais o acesso a essa substância em meio à correria do dia a dia, é possível encontrá-la em cápsulas, tornando o consumo desse nutriente muito mais prático. 
A Tribuna

Alagoinha realizará o São Pedro da Gente no Conjunto Nova Alagoinha nesta Sexta-Feira

A imagem pode conter: 1 pessoaNesta quinta-feira 29 de junho, o Prefeito Jeová José realizará o São Pedro da Gente no Conjunto Nova Alagoinha, a animação ficará com o Trio Elétrico Tambaú juntamente com Fernando Show. Jeová também faz o convite a população de Alagoinha para participar da Quadrilha da Gente, que terá sua concentração no Pátio de Mercado a partir das 19H30, percorrendo as ruas da cidade seguindo assim para essa grande festa no Conjunto Nova Alagoinha.

Portal da Transparência

Alagoinha: Prefeitura faz parceria com o sistema FAEPA/SENAR-PB e o Sindicato dos Produtores Rurais de Guarabira para a realização de Capacitação de Informática Básica

A Capacitação deu início no dia 19/06 e se estenderá até 14/07/2017, beneficiando os produtores rurais e seus familiares. O Treinamento abre novas perspectivas para o Produtor Rural, vários alunos descobrem o gosto pela tecnologia e avançam neste novo mundo, realizando buscas para aprimorar seus conhecimentos no mundo da informática, levando o aprendizado para melhoria na produção rural e podendo manter um lado profissional com a mesma.

Portal da Transparência

Caixa deve indenizar cliente por empréstimos e cheques sem fundos fraudados por terceiro

Pessoa utilizou irregularmente dados de morador de Araraquara/SP e contraiu créditos de R$ 60 mil junto ao banco. -

A Segunda Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3) manteve condenação à Caixa Econômica Federal (Caixa) ao pagamento de indenização por danos morais no valor de R$ 10 mil a um morador de Araraquara/SP por contratos de empréstimos e emissão de cheque sem fundo promovidos na conta do autor mediante fraude praticada por terceiro.

Para os magistrados, a responsabilidade da instituição financeira pelo dano ocorrido é certa por permitir a liberação dos valores, devendo reparar o autor. Além disso, o fornecedor de serviços responde independentemente da existência de culpa pela reparação dos danos causados aos consumidores por defeitos relativos à prestação dos serviços, nos termos do artigo 14 do Código de Defesa do Consumidor.

“Incontroverso que uma terceira pessoa, mediante fraude, efetuou contratos de empréstimos cujo montante superou R$ 60 mil, além da emissão de cheque sem fundos”, ressaltou o desembargador federal relator Cotrim Guimarães.

A sentença da 1ª Vara Federal de Araraquara havia determinado que a Caixa pagasse indenização no valor de R$ 1.996,84 por danos materiais e R$ 3 mil por danos morais, devidamente atualizados. O banco também foi obrigado a fazer a exclusão dos dados do autor do cadastro de inadimplentes dos órgãos de proteção ao crédito, além de pagamento de custas e honorários advocatícios.

O autor apelou ao TRF3 solicitando a reforma da sentença para majorar o valor atribuído a danos morais. O relator considerou que o pedido deveria ser atendido e que a indenização fosse majorada para R$ 10 mil reais, atendendo aos padrões adotados pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Por fim, ao dar provimento à apelação, a Segunda Turma do TRF3 se baseou em jurisprudência do STJ, na qual as instituições bancárias respondem objetivamente pelos danos causados por fraudes ou delitos praticados por terceiros, uma vez que a responsabilidade decorre do risco do empreendimento, caracterizando-se como fortuito interno.

Apelação Cível 0005895-65.2015.4.03.6120/SP

Fonte: Justiça em Foco